livros que gastaram o meu tempo precioso

Heya peeps! Tudo bem com vocês? Comigo tá tudo ótimo, especialmente porque é feriado aqui em Portugal finalmente. Estava à espera deste dia há muito tempo. Os feriados são dias muito importantes para mim, porque eu adoro faltar às aulas. Não me perguntem o nome do feriado! Eu nunca sei nada disso, só sei os dias em que vou faltar à escola.

O que é que os feriados têm que ver com o tema do post de hoje? Absolutamente nada, mas eu queria falar sobre eles.

No post de hoje eu vou falar de... livros! "Oh Sofia, então tu vais falar dos teus livros preferidos, né?" Não, minha gente. Eu vou falar dos livros que me fizeram perder tempo como podem ver no título. Antes de começar, quero deixar bem claro que esta postagem faz parte de uma blogagem do Together. Vocês achavam mesmo que eu era criativa o suficiente para ter a ideia deste tema? Claro que não! Então agora vamos começar! <3





"Fim de Turno" de Stephen King

Resultado de imagem para fim de turno stephen king capa portugalOk, tenho de ser sincera. Provavelmente a culpa de não ter gostado deste livro foi minha. Digamos que eu sou uma pessoa muito impaciente e que este foi o meu primeiro livro do Stephen King. Acho que todos sabemos que para ler um livro do King é preciso muita concentração e paciência, pois muitas vezes podemos ter de voltar atrás para reler uma parte do livro que não entendemos direito.

Gente, eu juro, eu tava super animada ao começar. Só que nas primeiras quarenta páginas eu adormeci. Nem me lembro direito de nenhuma parte do livro, apenas estas palavras: Brady, Z, doença, suicídio.

Eu acabei por deixar o livro na minha estante por semanas e sempre tentava voltar a lê-lo, porém era sempre a mesma coisa. Ou eu adormecia, ou ficava aborrecida ou então a minha paciência acabava.


"Cidades de Papel" de John Green


Resultado de imagem para cidades de papel john green capa portugalEu li este livro mal terminei "A Culpa É Das Estrelas", por isso estava com as minhas expectativas altas. O começo do livro foi bom, mas é a única coisa que se aproveita na minha opinião. Durante a leitura eu nem estava a prestar muita atenção ao enredo e quase adormeci muitas vezes.

Uma coisa que me irrita profundamente é que Quentin, o personagem principal, fica obcecado com o desaparecimento da Margo, sempre à procura de pistas que o possam levar a ela. Gente, não é possível! Ele literalmente conheceu a menina há pouco tempo. Quer dizer, como é que um nerd se "esquece" da escola e dos amigos só para focar na Margo, a rapariga misteriosa que ele conheceu faz pouco tempo? Ela quase nem aparece! E, sinceramente, é melhor não aparecer, porque eu absolutamente odeio a Margo. Não sei como o Quentin consegue pensar que ela é uma deusa e deve ser idolatrada. Sem contar com o começo do livro, a história é aborrecida.


"O Mundo Em Que Vivi" de Ilse Losa

Resultado de imagem para o mundo em que vivi ilse losa capa portugalTenho de admitir que se este livro não fosse de leitura obrigatória eu provavelmente teria gostado desta obra. Só que, infelizmente, ele era obrigatório. Digamos que eu sou uma pessoa que não gosta de se sentir obrigada a fazer alguma coisa e que fica muito revoltada quando tem que o fazer. Li o livro revoltada, não desfrutei da leitura e odiava muitos dos personagens.

Se algum de vocês ler o livro, por favor que me diga se gostou ou não. Quero saber se vale a pena reler de livre e espontânea vontade. Talvez aprecie a leitura se não me sentir obrigada a fazê-lo.



"After" de Anna Todd


E aqui está a famosa obra de Anna Todd, odiada e amada por muitos. Já era de se esperar que eu colocasse After aqui, não é minha gente? Antes de o ler, eu ouvi o que muitos pensavam do livro e então decidi ler para tirar as minhas próprias conclusões.

Resultado de imagem para after capa portugalOs meus problemas começaram logo no começo, é a sério pessoal, a escrita é sofrível no início. Felizmente, a escritora melhorou muito nesse ponto ao longo do livro, mas pelo amor, se eu não me tivesse comprometido a lê-lo, teria provavelmente desistido.

Eu podia entrar em detalhes sobre a minha experiência com After, porém ia precisar de gastar muito tempo e espaço neste post. Se quiserem que eu fale de tudo o que me incomodou, deixem nos comentários e eu talvez faça uma postagem sobre isso. A última coisa que quero referir aqui é a coisa que mais me incomoda: o relacionamento principal (Tessa e Hardin) e a falta de personalidade da personagem principal.

Parece que a Tessa não tem relação emocional com mais ninguém, que a partir do momento em que conheceu o Hardin ela esquece tudo. Os pais, os amigos, os estudos, tudo! Dá a sensação de que ela não tem nenhuma preocupação na vida para além dele, nós não chegamos a saber como é que ela era antes da chegada dele na vida dela. Só entendemos que a Tessa era muito certinha por causa da mãe e etc. Tudo gira à volta do Hardin e esse é um dos aspetos que eu mais deprezo no livro.

Ah, e a história só "começa" por volta das 200 páginas. O filme é muito melhor do que o livro.


Por hoje é isto peeps. Espero que tenham gostado da postagem de hoje. Não se esqueçam de dar uma passada pelo Together para conhecer melhor este projeto incrível (é bom estar de volta)!! Espero que concordem comigo em alguns dos aspetos, se não concordarem tudo bem, são opiniões e temos de as aceitar. Estou ansiosa para saber das vossas frustações literárias! Podem deixá-las nos comentários abaixo, eu vou com certeza lê-las.
Bye bye, até ao próximo post! <3

Sem comentários:

Enviar um comentário

Tens algo para dizer? Então força, comenta! Se não tiveres... bem, sempre podes deixar alguma recomendação de um livro, filme, série, jogo ou whatever. Se quiseres podes até mandar um <3, eu não me importo.